Cidadania Europeia e liberdade religiosa

Cidadania Europeia e liberdade religiosa

Cidadania Europeia e liberdade religiosa

Cidadania Europeia e liberdade religiosa. A Itália é um país democrático e com liberdade religiosa e que como tantos outros países já passou por diversos momentos em sua história e sempre com grande predominância da religião católica. Sem entrarmos em detalhes de fatos históricos e resguardados alguns limites, não se pode esquecer que a Itália é um país com maioria de seus cidadãos Católicos, mais de 70% .

E cerca de 25% da população Italiana que se declara Católico praticante. Cerca de 13% da população declara não seguir nenhuma religião. Mas, na Itália é possível verificar diversos tipos de habitantes com suas religiões. O Cristianismo ortodoxo representa cerca de 3%, mais de 40 mil habitantes Italianos seguem a religião Judaica. Os protestantes na Itália representam cerca de 750 mil habitantes, o restauracionismo representa cerca de 0,8% etc.

Nenhum país é exatamente idêntico ao outro, cada um possui as suas peculiaridades, porém a Itália possui maioria de sua população católica assim como no Brasil e que também possui liberdade religiosa.

Comparar a Itália com o Brasil em números é um pouco mais complicado. Porque somente a população católica brasileira em números supera 120 milhões de pessoas. Enquanto a população total da Itália é cerca de 63 milhões de pessoas.

Em termos de dimensão territorial a Itália é maior que o Estado de São Paulo. O Estado de São Paulo no Brasil possui uma área de 248 219 km². Enquanto a extensão territorial da Itália é de 301 338 km², guardadas as proporções estamos comparando um Estado com um País inteiro. Em todo o Território da Itália há sempre um igreja católica. Em alguns municípios a igreja católica mantém escolas para crianças e jovens. Mas, de forma geral atualmente o ensino na Itália é público e laico e o Governo também é laico. Nas escolas públicas há a disciplina de ensino religioso, um ensino voltado muito mais para fatos históricos. Porém as aulas são de livre acesso, assim como ocorre no Brasil. Os alunos não são obrigados a assistirem as aulas de religião, eles podem escolher e substituir por outras atividades escolares.

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: